sexo grátis sexo grátis sexo grátis
sexo grátis sexo grátis
   | Início 18 de Abril de 2014 

 

Contos Eróticos
Última actualização em 18 de Abril de 2014
Hoje no contos eróticos do fode-me há contos. Para outros conteúdos porno, visita a página inicial.
Adicionar aos Favoritos   O Fode-me como página inicial   Enviar E-Mail   RSS: Actualizações do Fode-me


Canal Contos Eróticos
Mais Recentes
Mais Votados
Mais Lidos


Categorias
Todos os Contos


Contos Adultos: Duas Meninas No Wc



Data de Entrada Leituras Tags Votação
2009-03-16 18:38:15 1704 vezes Duas meninas no wc
Avalia este conto:
5 votos


Duas Meninas No Wc

Gosto que as pessoas fiquem olhando pra minha xaninha, isso me deixa muito excitada! Por isso, costumo ir à faculdade com umas saias curtas, pra ficar de perna aberta quando sento nas cadeiras. Às vezes, quando vejo que um menino está muito tarado olhando entre as minhas pernas, afasto discretamente a calcinha para o lado para que ele olhe os meus pentelhos ralinhos que cobrem a minha xana. Mais de uma vez, fiquei arrastando o lápis na calcinha mesmo, como se estivesse me masturbando. Com isso, já ganhei o apelido de Xerequinha da turma. Naquela manhã eu estava com muito tesão.



Antes de dormir tinha visto algumas revistas pornográficas dos meus irmãos, onde tinha uma loiraça com uma buceta que dava pra entrar no trem. Tinha dormido já molhada, o que aumentou quando notei que meu irmão se masturbava na beliche de cima. Ele é um sem-vergonha e já me pediu até pra ficar olhando enquanto ele batia uma punheta. Fiquei excitada, mas não olhei.



Teve uma hora que não agüentei. Tinha ido com uma calça bem justa, dessas que marcam o risquinho do meio da xana. Andava pelso corredores com a bunda bem empinada e arrastava meu enorme bundão no pau dos meninos, aproveitando a confusão dos corredores. Mas, mesmo assim, ninguém pareceu me notar. E aquilo me deixou ainda mais molhada. Fui ao banheiro acompanhada de minha canetinha. Minha amiga Sany, nada de santa, perguntou o que eu ia fazer. “Nada”, respondi. “Ah, você vai tocar siririca, né?”. Ri e entendi que ela queria assistir. Nunca havia mostrado minha xaninha pra nenhuma menina e fiquei meio envergonhada. Segui para o banheiro e ela foi atrás de mim. Entrei numa parte vazia e ela pediu pra entrar. “Pra quê?”, perguntei. Ah, quero ver o tamanho do seu tesão, miga”, ela disse. Deixei, até porque nessa altura já estava beeem molhada. Abaixei a calça e a calcinha na frente dela e sentei de pernas abertas na sua frente. Sany abaixou e ficou cara-a-cara com a minha bucetinha. ,e molhei muito e desejei mais ainda que ela me lambesse, que enfiasse a língua no meu grelo, que enfiasse dedos no fundo do meu buraco. Mas Sany só olhava. Olhava com atenção, como se estudasse minha buceta.



Não consegui mais agüentar e passei a me masturbar. Sob o olhar de Sany, enfiei a tal canetinhe e dois dedos na xana e, com a outra mão, afoguei meu grelo em arrasta-arrasta de dedos. Vi os olhos da Sany no meu grelo, sabia que ela queria me tocar, mas era muito orgulhosa pra isso. Cheia de tesão, com a buceta quente e grande querendo jorrar mel, eu gozei. Gozei muito e a Sany lá, sem dizer nada. Depois saiu do banheiro enquanto minhas pernas ainda estavam arreganhadas. Com raiva dela, saí atrás, ainda me arrumando. Ela disse que eu era muito fácil e que segurava o gozo muito pouco. Além disso, disse que não gostou do cheiro da minha buceta gozada. Nunca mais falou comigo, aquela piranha. E espalhou pra faculdade que a “Xerequinha” (meu apelido) era, na verdade, um buraco arrombado e fedido. Vaca! Mas que tesão!

 

 

Contos Relacionados

 

O Fode-me
Inicio
Contactos
Actualizações RSS
Termos & Condições
Política de Privacidade
Webmasters
No Telemóvel
Canais
Galerias de Sexo
Vídeos de Sexo Grátis
TV Fode-me
Fórum de Sexo
Revista Fode-me
Jogos de Sexo
Contos Eróticos
Links de Sites
Webcams
Zona de Humor
Outros Sites
Videos de Sexo
Peidos da Cona
Galerias do Ama-me
Sexo Gay
Famintas
Saúde Sexual
Top Sites
Prog. Afiliados
Início  -  Topo
© Copyright 2000-2014 Fode-me.com
RSS: Actualizações do Fode-me