sexo grátis sexo grátis sexo grátis
sexo grátis sexo grátis
   | Início 20 de Abril de 2014 

 

Contos Eróticos
Última actualização em 20 de Abril de 2014
Hoje no contos eróticos do fode-me há contos. Para outros conteúdos porno, visita a página inicial.
Adicionar aos Favoritos   O Fode-me como página inicial   Enviar E-Mail   RSS: Actualizações do Fode-me


Canal Contos Eróticos
Mais Recentes
Mais Votados
Mais Lidos


Categorias
Todos os Contos


Contos Adultos: A Vagabunda Da Minha Mae



Data de Entrada Leituras Tags Votação
2010-09-25 17:36:49 37827 vezes A vagabunda da minha mae
Avalia este conto:
0 votos


A Vagabunda Da Minha Mae

Olá amigos, meu nome é Marcos, tenho 17 anos, sou filho da Renata. Ela é casada com meu pai, um corno de carteirinha.

Ela tem 46 anos, é morena bem clara, 1,65, 80 kl, tem uma bunda grande e arrebitada, seios médios, cabelos pretos.

É uma puta na cama, adora chupar um pau e que goze em sua cara, gosta também de dar sua bunda, adora levar uma rola no rabo.

Desde os 10 anos, vejo minha mãe sendo comida por outro macho. Via principalmente caras bem dotados foderem minha mãe, mas ela nunca notava pois eu sempre me escondia ou no forro da casa ou no armário de roupas dela.

Um dia, quando eu tinha 13 anos cheguei da escola e entrei no quarto dela, por acaso. Não imaginava ela estar em casa, e vi uma cena maravilhosa: minha mãe estava com as pernas bem abertas e entre elas estava um baita de negrão metendo com força na buceta dela.

Foi demais aquela cena.

Eu fiquei paralisado, e o cara nem aí com a minha presença continuo comendo ela, só para minha surpresa ele, disse assim:

- Quem é esse viadinho aí???

Ela disse:

- É meu filho…

Aí ele falou:

- Vou comer ele também já que ele parece ta gostando de ver eu comer você!

Ela disse:

- Come sim o cu desse viadinho, quer dar para ele também filho??!!

E eu respondi:

– Que sim! Mas você tem de tomar mais cuidado para ninguém saber. A Vagabunda da minha mãe

Foi assim que tudo começou e aos poucos eu fui me acostumando a participar das transas loucas da minha mãe, inclusive ajudando os caras a comer ela também, não só dando o meu cu para eles. Eu gostava de ver a minha mãe servindo de puta para mim e para eles.

Pois achava ela muito gostosa e me confessou que sempre teve vontade de comer aquela bunda dela. Chamei meu amigo para comer ela também, combinei tudo com ele e marquei de ele ir na minha casa num sábado a noite.

Estávamos lá eu e minha mãe, e foi quando ele chegou, chamei ele para a sala e ele se sentou no sofá, minha mãe me chamou na cozinha e perguntou o que ele estava fazendo lá, disse para ela que iríamos assistir um filme apenas, mas ela ficou meio desconfiada.

Fábio tinha 18 anos era alto e forte tinha quase 2 metros de altura e tinha fama de bem dotado na escola.

Voltamos para a sala e ficamos tomando e comendo uns aperitivos, num certo momento minha mãe já estava um pouco alta por causa da cerveja e começou a ficar mais descontraída.

E eu já estava ficando excitado de imaginar o que poderia acontecer ali, foi quando uma cena de sexo começou a passar.

Eu sai na hora e o Fábio começou a alisar seus seios. Quando ele já estava com os peitos dela nas mãos eu voltei e peguei no flagrante.

Ela me olhou de um jeito bem safado e passou a mão no pau do Fábio, foi quando ele começou a tirar a roupa dela, ela ficou sem nada eu cheguei perto e disse:

- Pega ela cara! Ela é toda sua!

E fiquei só olhando.

Meu amigo abraçou ela, e deu um beijo em sua boca, ela já estava muito excitada e o beijava com muita vontade, ele a deitou no sofá com as pernas abertas e se ajoelhou na sua frente e começou a chupar sua buceta, ela gemia muito e ele chupava com muita vontade, ela gozou umas duas vezes.

Aí então minha mãe disse que agora era sua vez.

Ela se levantou e tirou sua camisa, e começou a beijar seu peito, e abaixou sua calça, e pude notar o grande volume de sua cueca.

Foi quando ela ficou ajoelhada e abaixou a cueca e viu aquele pau enorme, devia ter uns 22 cm e grosso.

Ela até se assustou, e disse:

- Nossa! Que pauzão! Será que vou aguentar tudo isso?

E começou a chupar, mas não conseguiu engolir muito, só a cabeça ; e punhetava ele com as duas mãos, ficava passando a língua por toda sua extremidade e lambia a cabeça, ele já não estava aguentando, quando ela parou e ele a colocou de quatro e se posicionou atrás dela, começou a pincelar a cabeça do seu pau na entrada da sua buceta e ela já gemia com vontade.

Ela pedia:

- Enfia esse pau gostoso, mete gostoso na sua putinha!

Foi quando ele começou a enfiar nela ela gritou e ele enfiou devagar. Aquele pau enorme foi entrando, até que entrou metade e ele parou um pouco e deixou ela se acostumar, e começou a fazer movimentou lentos, e foi acelerando, até chegar a um ponto que dava estocadas fortes em sua buceta, ele metia e batia em sua bunda, chamando ela de puta safada, e ela gritava e gemia de prazer.

Ficaram assim por uma meia hora e ela já devia ter gozado mais umas três vezes, foi quando ele anunciou que iria gozar, ele tirou o pau de sua buceta, e ela se virou e ficou sentada na sua frente, e ele gozou tudo na sua carinha. Nossa!!! Quanta porra!!! Ela ficou toda melecada de porra, e escorria pelo seu corpo.

Depois disso ela foi tomar banho, e fiquei conversando com Fábio, que me confessou que eu tinha sorte de ter uma mãe assim, a vagabunda da minha mãe é demais.

Depois desse dia, costumo arrumar machos para ela e para mim, pela net e pelo MSN. Já consegui 4 e você pode ser o 5º.

Você quer?

 

 

Contos Relacionados

 

O Fode-me
Inicio
Contactos
Actualizações RSS
Termos & Condições
Política de Privacidade
Webmasters
No Telemóvel
Canais
Galerias de Sexo
Vídeos de Sexo Grátis
TV Fode-me
Fórum de Sexo
Revista Fode-me
Jogos de Sexo
Contos Eróticos
Links de Sites
Webcams
Zona de Humor
Outros Sites
Videos de Sexo
Peidos da Cona
Galerias do Ama-me
Sexo Gay
Famintas
Saúde Sexual
Top Sites
Prog. Afiliados
Início  -  Topo
© Copyright 2000-2014 Fode-me.com
RSS: Actualizações do Fode-me