sexo grátis sexo grátis sexo grátis
sexo grátis sexo grátis
   | Início 20 de Abril de 2014 

 

Contos Eróticos
Última actualização em 20 de Abril de 2014
Hoje no contos eróticos do fode-me há contos. Para outros conteúdos porno, visita a página inicial.
Adicionar aos Favoritos   O Fode-me como página inicial   Enviar E-Mail   RSS: Actualizações do Fode-me


Canal Contos Eróticos
Mais Recentes
Mais Votados
Mais Lidos


Categorias
Todos os Contos


Contos Adultos: 2 Amigos Nergos E Bem Dotados



Data de Entrada Leituras Tags Votação
2009-03-16 18:38:15 12769 vezes 2 amigos nergos e bem dotados
Avalia este conto:
2 votos


2 Amigos Nergos E Bem Dotados

Olá de novo. Sou o António. Há dias visitei um chat através de uma sala gay. De entre os vários nicks houve um que me despertou a curiosidade. 2amigoskerempass. Fui ao privado e rápidamente percebi que eram dois negros moçambicanos de passagem por Portugal. Queriam ter uma experiência com um passivo casado. Pelas apresentações notei que eram pessoas educadas e muito bem dotadas. Marcámos um encontro em minha casa ao final da tarde antes que a minha esposa chegasse. Ela não conhece em detalhe esta minha faceta. À hora combinada lá chegaram os dois. Confirmem o que tinha imaginado.



Dois homens na casa dos 40 bem apresentados. Mandei-os entrar para a sala e perguntei se gostavam de ver filmes enquanto brincávamos. Disseram que sim e coloquei um dvd com bacanais e cenas de gangbang. Negros e mulheres brancas. Depressa entesaram e começaram a masturbar os enormes paus. 22 cm um e 23 o outro. O de 22 demasiadamente grosso. Sentei-me no meio deles e deixaram que fosse eu a bater-lhes punheta. Que sensação enorme ter dois paus assim para me satisfazer. Coloquei-me de joelhos e comecei a mamar ora um ora outro. Não desfazendo mamo muito bem e depressa eles começaram a deitar um liquidozinho pelos mastros. Neste entretanto um deles, o mais grosso, levantou-se e veio-se colocar atrás de mim. Pressenti que ia haver penetração. Pedi-lhe para por gel para facilitar a tarefa. Comecei por sentir um ligeiro ardor quando aquela cabeça enorme forçou o buraquinho mais apertado.



Quase mordi a pichota do outro quando este entrou quase até ao fundo. Senti o cu invadido e a latejar com aquele monstro lá dentro. O ritmo foi acelerando quer na boca quer no cu. Passados minutos pediram para mudar de posição. Ia ter agora 23 cm na peida e um chouriço muito grosso na boca. Confesso que tive de abrir bem a boca para conseguir que ele entrasse todo. De repente veio-me ao pensamento o como seria delicioso ver aqueles dois monstros negros e tesudos a comerem a minha esposa Teresa. De vez em quando vemos filmes de gangbang e orgias e confesso que ela fica com imensa tesão demonstrando que, com algum engenho e paciência, também ela gostaria de protagonizar umas cenas assim. Isso fez aumentar a tesão e aumentei o ritmo da mamada. Pressentia que estava breve a ejaculação dos dois. Acho que combinaram isso ou então já estavam sincronizados de outros casos idênticos. Mais umas bombadas e eis que sinto um jorro enorme quente a entrar pelo cu acima. De seguida o outro invadiu-me a boca quase que me engasgando. Sempre adorei engolir esporra mas naquele caso era demais. Parecia não mais acabar.



Tivemos de descansar um pouco e tratar da higiene pessoal. Sentados de novo na sala quiseram saber como é que era a minha esposa Teresa. Tentei dizer-lhes o que pretendiam e propuz que vissem umas fotos intimas dela no pc. Quando viram as fotos soltaram uma exclamação de surpresa. A Teresa é uma mulher muito sensual e com um corpo muito bom. Boas mamas e uma anca e nádegas incriveis. Contei-lhes que achava que ela bem conversada seria capaz de fazer uma pequena festinha com os 3. Só faltava a justificação para eles lá estarem em casa. Tratámos de construir uma história com alguma credibilidade para ela não desconfiar. Eles seriam apresentados como colegas de uma das filiais e que eram entendidos en informática e que tinham vindo a meu pedido para dar uma olhadela no pc pois tinhamos alguns problemas. Perto das 20 chegou a Teresa e apresentei os dois negros. Ela pareceu simpatizar de imediato com eles. Sugeri que ela fosse tomar duche e por-se à vontade e depois fazer qualquer coisa para comermos. Assim foi. Jantámos e tomamos café. Após isso disse que seria bom irmos até ao escritório para ver então o que se passava com o pc. Assim fizemos. Como o espaço não era muito eu fiquei de lado da secretária. Em frente do pc ficaram um deles a Teresa e o outro. A teresa estava só com o pijama que ela usa em casa antes de dormir. Páginas tantas um deles diz que de facto tinhamos o pc carregado de "lixo". Disse-lhes que navegavamos muito na net e que faziamos imensos downloads de filmes.



É aí que ele abre uma pasta e vê que de facto tinhamos imensos filmes porno. A maioria de negros e brancas mas também alguns de gays e zoofilia. A Teresa excita-se muito com o tipo de filmes. Os dois comentaram logo: sim senhor, belos videos voces tem aqui no pc. Alguns são grandes e bem feitos. Abriram um deles que era de uma grávida de 8 meses com 4 negros. Mesmo grávida ela tratava os negros com mestria incluindo cenas de dupla penetração. Notei que a Teresa começava a ficar excitada e que já não se controlava bem. Os paus deles iam aumentando de volume por baixo das calças. Neste ambiente frenético e de grande tensão verifiquei que a Teresa já tinha começado a afagar as coxas dos dois e que as mãos dela deslizavam para cima e para baixo. Sentindo que ela estava a atingir o ponto, não foram de modas e abriram as barguilhas deixando soltar aqueles monstros de carne preta. A Teresa estremeceu ao ver aquilo mas como reparou no meu assentimento tratou de os agarrar começando a masturbá-los. De seguida 4 mãos negras envolveram a Teresa. Mamas e coxas invdidas, apertadas e acariciadas. Despiram a parte de cima do pijama dela deixando a nu aquele corpo roliço. Depois trataram de lhe tirar as calças. Como sempre ela nao usa cuecas depois do banho. Ficou nua e desprotegida. Puzeram-se de pé deixando que ela tomasse a iniciativa. E que iniciativa.



De uma assentada começou a fazer broche ao mais grosso enquanto o outro lhe lambia a cona. Contorcia-se com o gozo e mamava parecia uma louca. Sem ela se aperceber, liguei o messenger e puz a webcam a funcionar para um amigo meu que estava em casa sózinho. Ficou louco a ver a minha mulher a ser partilhada por dois negros muito dotados. Após os primeiros momentos o de 23 cm sentou-se na cadeira e sentou a Teresa em cima dele. Reparei como os 23 cm deslizavam dentro dela sem um queixume enquanto se aplicav a mamar o outro. Ainda não tinham passado 5 minutos e eis que a Teresa se desencaixa do que tinha na cona e vejo ela agarrar o pau com a mão. Só entendi quando vi que ela o encaminhava para o cu. Com o caralho já lubrificado dos liquidos dela, o pau entrou sem esforço até aos tomates. Neste cenário a Teresa diz: abre caminho porque a seguir quero experimentar o cacete do Raul porque nunca tive um daquela grossura. Assim foi. Ela sentou-se em cima do Pedro e vi que aqueles quase 8 cm de grossura também entravam naquele rabo maravilhoso. Vem-me à cona pediu ela ao Raul. Era o máximo ve-la com os dois paus bem encaixados na cona e no cu. Do outro lado da webcam o meu amigo batia uma punheta incrivel a ver aquele cenário.



Não satisfeita a Teresa pediu para me chupar o caralho. Era quase o extase ela numa tripla penetração. Ficamos assim poucos minutos até que ela pede para meterem os dois na cona e para se virem dentro dela. Não sei como aguentou mas não me pareceu que fizesse muito esforço. Quando lhe perguntei se estav a gostar ela disse que já tinha imaginado uma cena daquelas quando via filmes de zoofilia em que as mulheres levavam com enormes cacetes de cavalos. Ao ouvirem isto eles não se contiveram e começaram a arfar cada vez mais. A Teresa pediu para sincronizarmos todos. Ela também se queria vir connosco. Não sei se os vizinhos ouviram mas os urros eram enormes quando eles se esporraram dentro dela. A quantidade era tanta que lhe escorria para fora da cona. Também eu não aguentei e enchi-lhe a boca de leite que ela sorveu como se tivesse a tomar o leite do pequeno almoço. Por último eles levantaram-se ainda com os mastros a pingar e a Teresa disse que gostava de lhes limpar os paus com a boca e sentir a mistura de liquidos.



Foi neste cenário que reparei que o meu amigo que estav a ver tudo se esporrou com tal intensidade que até sujou o monitor do pc dele. Nessa noite senti que a Teresa era uma mulher feliz e realizada. Confessou-me depois que estava pronta para outro "tipo" de coisas. Disse que os desejos dela seriam realizados mas não imaginei o que seria. Mais tarde conto-vos o que era.

 

 

Contos Relacionados

 

O Fode-me
Inicio
Contactos
Actualizações RSS
Termos & Condições
Política de Privacidade
Webmasters
No Telemóvel
Canais
Galerias de Sexo
Vídeos de Sexo Grátis
TV Fode-me
Fórum de Sexo
Revista Fode-me
Jogos de Sexo
Contos Eróticos
Links de Sites
Webcams
Zona de Humor
Outros Sites
Videos de Sexo
Peidos da Cona
Galerias do Ama-me
Sexo Gay
Famintas
Saúde Sexual
Top Sites
Prog. Afiliados
Início  -  Topo
© Copyright 2000-2014 Fode-me.com
RSS: Actualizações do Fode-me